CONSUMO EXCESSIVO DE REDES SOCIAIS AFETA O CÉREBRO, DIZ ESTUDO
Consumo excessivo de redes sociais afeta o cérebro, diz estudo

Com os smartphones somos capazes de estar em constante comunicação com amigos e ligados a tudo o que se passa por via das redes sociais. É uma capacidade incrível, mas que faz com que estejamos constantemente verificando os nossos feeds do Facebook ou do Instagram - uma compulsão que pode ter efeitos reais no nosso cérebro. É para esta conclusão que aponta o estudo publicado pelo Behavioural Brain Research e compartilhado pelo PsyPost. Com recurso a ressonâncias magnéticas, os investigadores foram capazes de verificar alterações na área do cérebro comprovadamente afetada por vícios, verificando uma diminuição cada vez maior de massa cinzenta.  Ainda que não tenha sido possível criar uma ligação conclusiva entre o uso de redes sociais e a redução de matéria cinzenta, os investigadores adiantaram que continuarão a reunir dados que permitam tirar conclusões com uma base mais sólida.

Bookmark e Compartilhe Tags:, , , , ,

Nenhum Comentário Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URL

Deixe um comentário

Dados do Autor

Edelson Freitas

Radialista (há quase 17 nos) e apresentador do programa Tropical Notícias da rádio Tropical FM de Simão Dias/SE. (www.tropicalfm104.com.br). Como profissional da imprensa meu objetivo é levar a informação para os internautas/leitores no sentido de deixá-los mais atualizados e sempre priorizando a prestação de serviço, principal fator da comunicação.

EMAIL SITE /BLOG

Dados desta matéria

Publicidade